quarta-feira, abril 13

Oração de um homem longe da Pátria

Oração de um homem longe da Pátria 
13/04/2011 Olívia Jacob


SALMOS 42.1-5
Poesia do grupo de Corá. Ao regente do coro.
Assim como o corço deseja as águas do ribeirão, assim também eu quero estar na tua presença, ó Deus! Eu tenho sede de ti, o Deus vivo! Quando poderei ir adorar na tua presença? Choro dia e noite, e as lágrimas são o meu alimento. Os meus inimigos estão sempre me perguntando: "Onde está o seu Deus?" Quando penso no passado, sinto dor no coração. Eu lembro quando ia com a multidão à casa de Deus. Eu guiava o povo, e todos íamos caminhando juntos, felizes, cantando e louvando a Deus. Por que estou tão triste? Por que estou tão aflito? Eu porei a minha esperança em Deus e ainda o louvarei. Ele é o meu Salvador e o meu Deus. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário